300x250 AD TOP

quarta-feira, 5 de março de 2014

Encontrado em: , ,

Cultura - Enfim Uma “BOLSA” Que Vale à Pena Ser Incentivada

Por Talita Rudolf


Imagem: Divulgação
No Brasil tem “bolsa” pra quase tudo, na minha opinião, pra algumas pessoas é uma ajuda e um incentivo mas pra outras é só uma forma de ganhar algum sem fazer força. Acho errado você ao invés de ensinar a pescar dar o peixe pronto, assado com acompanhamentos e tudo mais. O incentivo deveria ser um bom curso profissionalizante gratuito, mas apenas pra quem tem renda baixa mesmo, de verdade, pra quem precisa. Ajudar a prover seu próprio sustento, ter orgulho de si mesmo por conseguir as coisas através do próprio esforço e não de esmolas do governo, que afinal de conta quem paga por isso tudo somos, nós, que trabalhamos duro pra além de pagar nossas contas poder ter uma vidinha bacana, podendo fazer as coisas que gostamos e mesmo que o país não seja tão bom quanto nós merecemos ainda assim possamos ter o mínimo de conforto e lazer.

Mas em meio a toda essa “confusão” de direitos e deveres dos cidadãos, eis que surge uma “bolsa” que vale a pena incentivar: o BOLSA CULTURA.

Essa tal de bolsa cultura é bastante interessante e tem muita gente que nunca ouviu falar. É um benefício que as empresas podem oferecer aos funcionários no valor de 50 reais mensais, ou seja, todos os meses serão depositados nesse cartão 50 reais que o funcionário poderá usar para fins culturais: ir ao cinema, ao teatro, assistir a shows, espetáculos, comprar livros, alugar e comprar DVDs, CDs, jornais, revistas, cursos, etc... Esse valor é cumulativo, o beneficiário pode deixar acumular por alguns meses e fazer compras mais caras.

Funciona mais ou menos assim: o empregador oferece aos funcionários esse vale, primeiramente aos que recebam até cinco salários mínimos, podendo estender esse benefício a todos os demais funcionários, em contra partida o funcionário tem um desconto de 1 a 5 reais ( exemplo: 1 salário mínimo, desconta 1 real, assim sucessivamente), já os que recebem mais que 5 salários mínimos o desconto varia de 20 a 90%, isso fica a critério do empregador.

A empresa que fizer a adesão a este benefício também é beneficiada pelo governo com um desconto de 1% no imposto de renda.

Imagem: Divulgação
A adesão das empresas a esse beneficio é simples. É só fazer o cadastro em qualquer operadora que forneça o cartão magnético VALE-CULTURA, alguns exemplos são: Ticket, Sodexo e Alelo.

Assim todo mundo só tem a ganhar, inclusive o país. Com mais educação e cultura quem sabe o resto melhora também.

Quem ficou interessado e deseja ainda mais informações é só clicar no link:

http://www.cultura.gov.br/valecultura





0 comentários:

Postar um comentário