300x250 AD TOP

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Encontrado em: , ,

Trânsito - Resultado da enquete sobre a travessia segura na faixa de pedestres

Por Márcia Pontes
(Clique nas imagens para ampliar e clique em continuar lendo para ler a matéria na íntegra)


Imagem: Reprodução
Na última enquete sobre trânsito realizada pelo Todo Dia Blumenau e que encerrou no dia 8 de dezembro os internautas foram questionados sobre se conhecem os seus direitos e deveres como pedestres para uma travessia segura de acordo com o artigo 69 do Código de Trânsito Brasileiro.

Art. 69. Para cruzar a pista de rolamento o pedestre tomará precauções de segurança, levando em conta, principalmente, a visibilidade, a distância e a velocidade dos veículos, utilizando sempre as faixas ou passagens a ele destinadas sempre que estas existirem numa distância de até cinqüenta metros dele, observadas as seguintes disposições:

I - onde não houver faixa ou passagem, o cruzamento da via deverá ser feito em sentido perpendicular ao de seu eixo;
II - para atravessar uma passagem sinalizada para pedestres ou delimitada por marcas sobre a pista:




Imagem: Reprodução
a) onde houver foco de pedestres, obedecer às indicações das luzes;

b) onde não houver foco de pedestres, aguardar que o semáforo ou o agente de trânsito interrompa o fluxo de veículos;

III - nas interseções e em suas proximidades, onde não existam faixas de travessia, os pedestres devem atravessar a via na continuação da calçada, observadas as seguintes normas:

a) não deverão adentrar na pista sem antes se certificar de que podem fazê-lo sem obstruir o trânsito de veículos;

b) uma vez iniciada a travessia de uma pista, os pedestres não deverão aumentar o seu percurso, demorar-se ou parar sobre ela sem necessidade.
Chega a ser surpreendente o percentual de 83% que responderam que sabem direitinho quais são seus direitos e deveres como pedestres. Com uma maioria expressiva dessas, era de se esperar que tivéssemos menos atropelamentos em Blumenau, mas não é o que acontece. 


Imagem: Reprodução
Verificando os dados disponíveis no Portal da Transparência no site oficial da prefeitura verifica-se que as ocorrências de atropelamentos na cidade mantém-se estáveis ou com uma diferença não muito significativa desde 2009, com uma média de 263 pessoas atropeladas por ano na cidade, muitas em cima da faixa de pedestres. O ano de 2011 é que foi atípico, com 306 ocorrências.

O ano de 2012 encerrou com 296 atropelamentos e até a primeira quinzena deste ano de 2013 já são 266. Esses números me fazem acreditar que se esses 87% que participaram da enquete realmente conhecessem seus direitos e deveres como pedestres para fazer uma travessia segura, os números teriam baixado muito mais. Ou será que só os 17% que afirmaram desconhecer seus direitos e deveres foram os únicos exatos em suas respostas?

Dadas as ocorrências de atropelamentos na cidade ao longo de todo o ano tenho lá as minhas dúvidas se todo mundo toma mesmo as devidas precauções levando em conta a visibilidade, a distância e a velocidade dos veículos ao atravessar a rua.

Cada vez que passo pela Rua 7 de Setembro próximo ao Neumarkt fico em dúvida sobre se todo mundo atravessa na faixa mesmo; em dúvida sobre se atravessam em diagonal ou na perpendicular para permanecerem o menor tempo possível sobre a pista de rolamento em meio aos carros.

Com tanta gente atravessando com o sinal fechado para os pedestres e aberto para os carros; adentrando a pista sem se preocupar se estão obstruindo o trânsito; atravessando a rua tão lentamente que mais parecem desfilar e com algum tipo de aparelho ou fone nos ouvidos eu fico me perguntando se todos sabem ter os devidos cuidados com a própria vida.

Imagem: Reprodução
É claro que a enquete do Todo Dia Blumenau traz algumas limitações, principalmente quanto ao número de internautas que participaram e não podem representar uma população de mais de 300 mil habitantes.

Mas, isso só aguça a curiosidade de sabermos qual seria o resultado se aplicássemos essa pesquisa com uma amostra bem maior de participantes, nas ruas.

Acredito que os resultados não seriam muito diferentes não. Muita gente dizendo que conhece seus direitos e deveres como pedestre, que sabe atravessar uma rua com cuidado, enquanto as ocorrências de atropelamentos não diminuem. Tem coelho nesse mato.

0 comentários:

Postar um comentário