300x250 AD TOP

quarta-feira, 26 de março de 2014

Encontrado em: , , ,

Trânsito - Saiba como contribuir para o Maio Amarelo em Blumenau


Até a data em que escrevi este artigo o trânsito de Blumenau já registrava 7 mortos: três em janeiro, dois em fevereiro e outros dois em março. Em 2013 tivemos 39 vidas perdidas no trânsito de Blumenau. Por iniciativa do Conseg134, do bairro da Velha, a sociedade organizada vem atendendo ao chamamento para ações coordenadas e sistêmicas para um trânsito menos violento, mais humano e seguro. É a nossa cidade, a sociedade organizada se unindo ao poder público pela preservação da vida no trânsito. Agora, temos que ter como nossa melhor parceira a população.

A primeira comissão de trabalho formada já nas primeiras reuniões é a comissão Maio Amarelo, que também coordenada as atividades da Semana Mundial de Segurança do Pedestre de 2014, entre os dias 6 e 13 de maio. Estão sendo programadas diversas atividades envolvendo a população, dentre elas as blitze educativas.

O Maio Amarelo é um movimento internacional pela preservação da vida no trânsito, que inspirado nos movimentos Outubro Rosa e Novembro Azul, tem como símbolo um fitilho amarelo para usar na lapela. Amarelo é a cor da atenção no trânsito, cor da advertência aos perigos da via e da vida.

É a primeira vez que Blumenau terá um movimento tão grande, tão visível, tão forte, tão integrado entre a sociedade organizada e o poder público. Pessoas e entidades abnegadas, que não ganham um centavo para se preocupar com a vida dos outros no trânsito e que estão juntas, fazendo todos os esforços para que possamos sensibilizar cada um: cidadãos, poder público, empresas, ONG’s, terceiro setor de uma forma geral, instituições, associações, líderes comunitários, pedestres, motoristas, ciclistas, skatistas, catadores de reciclados, enfim, todos que fazem o trânsito acontecer em Blumenau.

Pessoas que doam o melhor de si, doam o seu tempo (e tempo é algo precioso que nunca mais volta, assim como a vida que se vai num acidente), doam a sua boa vontade, a sua iniciativa, no compromisso de chamar à atenção pela necessidade de preservar a vida no trânsito.

Estamos cansados de tantos acidentes. Cansados de tanta dor. Cansados de notícias ruins que trazem em suas manchetes a morte, o sofrimento das famílias, a vida que se vai.

Sabem quando chega naquele ponto em que é a gota d’ água? Em que o gigante acorda? Em que a gente não suporta mais?

No fundo, sabemos que essa indignação, que essa sensação de insuportável é comum à todos, até aos condutores e pedestres que não tem autocuidados no trânsito, que não respeitam a sinalização, a lei e a própria vida ao cometerem imprudências, imperícias e negligências.

As pessoas perguntam: como eu posso participar do Maio Amarelo? Mas, o mais importante é participarmos desse movimento não só em maio, mas em todos os dias do ano. O mais importante não é comparecer e prestigiar uma programação na Semana Mundial do Pedestre, mas que em todos os dias de nossas vidas tenhamos autocuidados no trânsito para nos mantermos vivos.

Como pedir a uma cidade inteira que cuide da vida do outro no trânsito se as pessoas não estão preocupadas em cuidar da própria vida?

Cada cidadão pode fazer a sua parte. Empresários podem patrocinar e se beneficiar pela legislação que concede benefícios fiscais a quem contribui com ações e movimentos como o Maio Amarelo. Podem iluminar suas empresas e estabelecimentos de amarelo, fazer a programação da SIPAT com palestras preventivas de acidentes de trajeto em maio, dentre outras ações parceiras.

Seja um patrocinador

Precisamos de centenas de camisetas amarelas, de botons, de patrocínio para rodar os panfletos que serão distribuídos à população em blitz educativa em diversos pontos da cidade.

Vamos precisar de faixas de 6 metros para as blitz educativas, para afixá-las nas principais passarelas e locais visíveis da cidade. Vamos precisar de quilômetros de fitilhos amarelos e microalfinetes para produzir e distribuir o material que vai ser usado na lapela.

Precisamos de todos os veículos de imprensa como nossos parceiros, como colaboradores para que noticiem também todas as ações do Maio Amarelo, para reportagens educativas, informativas, com dicas de autocuidados. Para que coloquem em suas páginas o fitilho amarelo que é logo do movimento internacional em defesa da vida no trânsito.

Precisamos da sua força, do seu apoio, para unirmos o máximo de pessoas que pudermos, todos de camisetas amarelas, para formarmos um fitilho humano no campo do Sesi para mostrar que Blumenau está junto no movimento e que nos preocupamos sim, com a preservação da vida no trânsito.

Precisamos de mais parceiros, precisamos de mais pessoas para que possamos percorrer simultaneamente diversos bairros, pontos da cidade com blitze educativas e distribuição de panfletos com dicas de autocuidados no trânsito.

Precisamos que você pare, nos dê atenção e nos ouça. Precisamos que nos ajudem a tentar diminuir essa mortandade absurda no trânsito de Blumenau.

A nossa cidade tem sido sempre um exemplo de solidariedade, de humanidade e de compaixão a cada enchente, a cada vez que o Itajaí Açu enche, transborda e nos obriga a juntar todas as forças que sobraram em meio a tanta dor para que façamos a reconstrução da nossa cidade e de nossas vidas.

Só que dessa vez o rio que enche, que transborda, que devassa com força arrasadora é o rio de lágrimas de uma sociedade inteira que não pára de chorar os seus mortos em acidentes de trânsito.

Precisamos muito da força de cada blumenauense na luta pela atenção e preservação da vida no trânsito. Ajude-nos como puder: com doações para o movimento, patrocinando as faixas, panfletos, camisetas, adesivos, doando os fitilhos, os microalfinetes, doando um pouco do seu tempo e a força da sua alma e das suas mãos. Visite o site www.maioamarelo.com e registre a sua mensagem de apoio.

A coordenação catarinense do Maio Amarelo é em Blumenau, o email é thesys@uol.com.br e os telefones (47) 3330-7740 e (47) 9936-8404. Todos que assinarem a carta-compromisso participando do Maio Amarelo terão as logos de suas empresas e suas marcas divulgadas no site nacional do movimento. 


Por Márcia Pontes
Educadora de Trânsito

Créditos das Imagens:
Todas as imagens foram criadas pelo movimento Maio Amarelo.

0 comentários:

Postar um comentário