300x250 AD TOP

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Encontrado em: ,

História - Um conto de Natal em Blumenau

Por Silvana Rudolf
(Clique nas imagens para ampliar e clique em continuar lendo para ler a matéria na íntegra)

Imagem: Reprodução
Lembro-me com saudades do Natal da minha infância, quando se esperava o ano todo pra chegar o natal, era a época mais feliz da minha infância. Nas semanas que antecediam o Natal à noite quando todos estavam assistindo televisão ouvíamos de repente ouvíamos um barulho vindo da janela e olhávamos para o chão cheio de balas e chocolates. Nossa!! Era o Papai Noel que havia passado e jogado doces para nós. Eu e meus irmãos não sabíamos se corríamos para juntar os doces ou olhávamos na janela para ver o Papai Noel era uma festa o Natal estava chegando.

A Árvore de Natal era cortada do Jardim na manhã do dia 24 de dezembro e colocada na sala, à tarde todos iam dormir porque a noite seria longa e nós tínhamos que estar descansados. O mais impressionante pra nós era que quando acordávamos, a árvore estava toda enfeitada com bolinhas, pisca-pisca e nunca vimos como isso acontecia era mágico. Todos ficavam agitados, pois estava quase chegando a hora tão esperada.


Imagem: Reprodução
Em nossa casa quem trazia os presentes de Natal não era o Papai Noel, ele só jogava balas e doces pra nós para anunciar o Natal, quem trazia os presentes era o Menino Jesus com seu Cavalo Alado. Então antes de irmos pra casa da nossa avó, cada um de nós tinha de colocar um pratinho com capim e nosso nome anotado em um papelzinho, para o Cavalo alado comer enquanto o menino Jesus distribuía os Presentes conforme o nome no pratinho. Fazíamos isso e íamos para casa da vó, imagine o desespero pra chegar em casa e ver se o Menino Jesus já tinha passado, os minutos se transformavam em horas nas nossas cabeças.

Voltávamos para casa todos atentos à janela, pois se o pisca-pisca estivesse ligado anunciava que o Menino Jesus tinha passado. É claro ele estava piscando, quanta felicidade, entravamos em casa e os presentes estavam todos lá, o capim tinha sumido e em seu lugar um presente, nessa hora junto com minha mãe e meu Pai nós cantávamos Noite Feliz.. e claro abríamos nossos presentes.

Imagem: Reprodução
Isso foi muito importante pra minha infância, então tento manter o Natal com sua magia para meus filhos para que eles tenham essa lembrança tão maravilhosa que faz essa data muito importante.

Fico triste quando vejo Pais em lojas com seus filhos com idade entre 2 a 9 anos, comprando presentes de Natal, isso tira toda graça do Natal. Meu filho escreve uma carta para o Papai Noel pedindo um presente todos os anos e nunca sabe o que vai ganhar até a hora de abrir os presentes na Noite de véspera do Natal, o olhinho dele brilha e eu me lembro como era pra mim.

A magia do Natal para as crianças é isso e ver a alegria delas e que elas com certeza levarão isso pro resto de suas vidas passando para seus filhos e Netos como eu faço até hoje.

Feliz Natal a todos que a magia do Natal toque seus corações e traga muita felicidade.
Imagem: Reprodução


0 comentários:

Postar um comentário