300x250 AD TOP

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Encontrado em: , , ,

Política - Como você avalia o primeiro ano de governo de Napoleão Bernardes (PSDB)?

Por André Luciano Heerdt
(Clique nas imagens para ampliar e clique em continuar lendo para ler a matéria na íntegra) 

Imagem: Reprodução
A enquete realizada em conjunto com O BOCA – Blumenau e o Todo dia Blumenau, teve o intuito de consultar a comunidade a respeito da avaliação que ela faz sobre o 1.º ano de mandato da Gestão Napoleão Bernardes (PSDB) e Jovino Cardoso Neto (DEM). A promessa de seguir em frente por um caminho melhor. Centralização de Secretarias e redução drástica nos custos da Prefeitura, inclusive cargos comissionados. A população acredito na jovem promessa, um tanto inexperiente - apenas cargo de vereador e faculdade mais relevante de Direito. Já o vice-prefeito, bom a gente prefere nem comentar.

Funcionou assim a enquete:

1 – Péssimo , 2 – Regular, 3 – Satisfatório, 4 – Bom e 5 – Ótimo.

Obtivemos 12 respostas em 372 visualizações na página: O BOCA – Blumenau.

Onde 100% das 11 respostas votaram em 1 – Péssimo. E uma resposta que o avaliador colocou nota 0, onde explicou que é pior do que péssimo. (desconsideramos como número final). Veja alguns comentários que acompanharam as Notas:


- A prefeitura ficou imobilizada com o engessamento com o excesso de cargos comissionados, impossibilitando aumento real para o funcionalismo. Os prefeitos ficam sempre impossibilitando investimentos na área social por causa da velha forma da troca de favores, temos mais um prefeito que favorece os interesses do capital. Ficando fora das prioridades às verdadeiras necessidades que são as demandas sociais, as demandas sociais deveriam estar como prioridade. A sociedade civil precisa fazer o controle social, definindo metas a serem cumpridas pelo poder estatal municipal. Como garantia de investimentos em Saúde, Educação, Habitação, Mobilidade Urbana, Segurança, Cultura, Esporte e Lazer como garantias de segurança atacando as causas dos problemas e não apenas os efeitos de maneira paliativas. Um governo sério deve fazer as auditorias, denuncias sobre o tapete negro e toda forma de corrupção. Pedir as CPI necessárias para moralizar a cidade.

- Péssimo - poderia até ser regular, não fosse às falcatruas com os JOGOS ABERTOS e a corrupção e todo o esquema da FMD do Sérgio Galdino.

- Infelizmente sem pulso, sem coragem e sem capacidade de ser administrador de uma cidade com tantos problemas como BNU. Fica a dica!

- Nenhuma promessa de campanha começou a ser implantada e o Choque de Gestão, cadê? Cada 5 funcionários (3 são chefes comissionados e 2 concursados) Todo mundo mamando. O vice-prefeito, além de nunca nem cuidar do bairro dele, passou o ano todo culpando a administração passada, que não tinha dinheiro e fazendo campanha.
Slogan da Campanha Seguir em Frente por um Caminho Melhor
Imagem: Reprodução
O preço da inexperiência Administrativa marca o 1.º ano do Mandato de Napoleão Bernardes (PSDB) e Jovino Cardoso Neto (DEM). A posta foi grande, mas toda culpa jogada para o exercício anterior. Mas o Choque de Gestão não necessariamente e tão esperado por todos, precisa de recursos financeiros. Promessas não cumpridas.

Já no blog Todo Dia Blumenau, a comunidade votou. Foram 15 votos, Sendo assim: 13 votos para 1 – Péssimo (86,66%), 1 voto para 2 – Regular (6,66%) e 1 voto para 3 – Satisfatório (6,66%).

Concluímos que há uma grande insatisfação da população em geral, mesmo diante da amostragem ser pequena, percebe-se que os números são gritantes. Também concluímos que existe uma grande distância entre Administração Pública com o diálogo com a população. Prova disso foi o aumento da taxa de coleta de lixo, feito no final do ano, quando todos esperávamos um estudo técnico, embasamento em que a população entendesse a necessidade e não simplesmente fazer aos moldes de: - "vocês precisam digerir e ponto final. Assim como em 2011 quando da última Sessão do Legislativo, que foi chamada de "Sessão Fantasma" - onde os vereadores aprovaram o aumento de 35% em seus salários, no qual o vice-prefeito era o então Presidente da Câmara de Vereadores e o então Vereador Napoleão Bernardes nem sequer estava presente, mandando seu voto por terceiros. O que constata irrevogavelmente a sentença de falta de transparência e ética de nossos representantes.

Imagem:  André Luciano Heerdt

0 comentários:

Postar um comentário