300x250 AD TOP

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Encontrado em: ,

Trânsito - Sobreviva ao feriado!



Em 2013, quando o feriado de Páscoa contou com apenas três dias, foram registrados nas rodovias federais, entre a zero hora de quinta-feira (28/03) e meia-noite de domingo (31/03), 2.429 acidentes, contra 2.674 em 2012 (menos 9%), 1.371 feridos, contra 1.721 em 2012 (redução de 20%) e 108 mortes contra 120 em 2012 (queda de 10%).

Os estados com mais acidentes foram Minas Gerais (348); Paraná (281); Santa Catarina (270); Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul (193).

Já os estados com mais óbitos registrados foram Minas Gerais (23), seguido por Rio de Janeiro (12), Goiás, Mato Grosso do Sul e Paraná (07).

O ranking de feridos foi liderado por Minas Gerais (215); Paraná (160); Santa Catarina (143); Rio Grande do Sul (116) e Rio de Janeiro (85).

Estados emblemáticos para as estatísticas conseguiram reduzir seus números. Santa Catarina registrou um óbito em 2013 contra 11 em 2012. Pernambuco, onde é realizada a encenação da Paixão de Cristo, reduziu de 11 mortes em 2012 para três em 2013. E o Paraná, que registrou 17 vítimas fatais em 2012, esse ano computou sete óbitos.

Apesar da redução significativa dos números, não há o que se comemorar, os números são alarmantes.

Diante da já conhecida imprudência do motorista brasileiro, não há como fazer qualquer previsão otimista. Principalmente se lembrarmos de que este ano o feriado será estendido até a segunda-feira (21/04), feriado cívico de Tiradentes.

Com este convite a mais para cair na estrada, a perspectiva é de um enorme fluxo de veículos em nossas rodovias. E sabe qual o maior problema desse aumento da circulação de veículos?

O problema, é que sempre tem alguém que não vai voltar. Alguém irá se tornar estatística. Alguém vai morrer no feriado!

Então é hora de redobrar a atenção. Dirija de forma defensiva, tente antecipar qualquer problema que possa ocorrer ao seu redor. Sinalize suas ações. Dê preferência à segurança!

Respeite os limites de velocidade. Vá com calma, aproveite sua viagem e se possível antecipe a volta.

Use sempre o cinto de segurança. E nunca é demais lembrar que álcool e direção não combinam.

Enfim, voltem pra casa! Voltem para seus amigos, para sua família! Existe sim vida após o feriado!

0 comentários:

Postar um comentário