300x250 AD TOP

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Encontrado em: , , ,

Poesia - O verdadeiro amor é eterno

Por Carlos Eduardo Veloso
(Clique na imagem para ampliar)

O verdadeiro amor é eterno,
Mesmo que caem os muros,
Ele continua eterno,
Mesmo em tempos escuros,
Ele segue eterno,
Mas ele é mais puro,
Sublime, terno!
Podem abrir-se feridas,
Porém ele segue infinito,
Pode-se passar uma vida
Ele segue mais bonito.
O amor eterno
Verdadeiramente é infinito,
Ele é todo terno,
Sublime e bonito.
Se há rancor,
Preenche-se com alegria,
Se há dor,
Dá-nos mais energia;
Se há tristeza,
Presenteia-nos com carinho,
Se não há riqueza,
Basta apenas seu ninho.
O verdadeiro amor é eterno
Infinito, terno!

Imagem: Reprodução

0 comentários:

Postar um comentário