300x250 AD TOP

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Encontrado em: , ,

Gastronomia - Bolos x Prazeres - Uma Relação de Amor e Ódio

Por Sergio Marcellino


Caros Amigos Leitores.

Estou por aqui novamente, depois de uma ausência não programada, como escrever é hobby, minha vida profissional toma muito de meu tempo,  por isso devo desculpas a vocês.

Hoje meu tema é Bolos x Prazeres - Uma relação de Amor e Ódio, justifico esta chamada por várias razões, e posso destacar algumas :

Bolos sempre causam euforia em todos, e não importa o lugar, raça, credo ou posição social;

Bolos trazem sensação de prazeres, pela satisfação dos sabores e texturas;

Imagem : Sérgio Marcellino
Bolos podem causar ódio, pois na luta contra o controle de peso "podem ser o grande vilão";

Bolos e seus sabores muitas vezes também causam discórdias, já que nem todas as pessoas tem os mesmos gostos, e isto gera conflitos diante de tantas combinações e possibilidades.

Se formos por esta ótica, poderia ficar aqui escrevendo linhas e mais linhas pois as possibilidades são como mencionei infinitas.


Diante do fato que Bolos podem despertar muitas emoções nas pessoas, gostaria de chamar a atenção para o ritual de apreciar estas maravilhosas criações.

Em minha opinião, estas maravilhas podem ser divididas em duas classes, bolos de "padaria ou confeitaria" e os bolos "artesanais".  Quanto aos primeiros, sem desmerecer ou denegrir as qualidades, acredito fielmente que estes produtos advindos dos processos industriais de produção, onde os ingredientes em sua grande maioria são pré-prontos, fazem com que o resultado final seja meramente a estética quando bem executados.

Já os artesanais, estes para mim são verdadeiras obras de arte que se pudessem deveriam ser colocados em redomas tal as preciosidades destas criações.

Minha admiração por estas maravilhas vem da experiência pessoal, por ter família de origem alemã, minha materna Vó Verônica (in memoriam) e minha própria Mãe D.Onélia, produziam verdadeiras obras primas, tanto em sabores, texturas e variedades de formas e tamanhos. Agora com minha esposa e formanda em Gastronomia pela UNIVALI, Fabiana Peixer tenho o privilégio de poder conviver neste que também já foi meu mundo profissional um dia.

A grande diferença entre as duas classes e que pode ser claramente percebida no resultado final das produções, é na forma de preparo. No modo artesanal tudo é um ritual, desde a escolha dos ingredientes, execução e finalização da produção. Outro grande diferencial é um ingrediente "secreto" que todos os artesanais tem em comum, o "AMOR" que não tem medida certa nem restrição de uso. 

Imagem : Sérgio Marcellino
Por mais que todos que apreciem um bolo, é notório que a grande maioria nem se de conta que existe todo um ritual para que se produza estas maravilhas. Alem de matéria prima de qualidade, cuidados no manuseio, volto a destacar que o fator "AMOR" faz toda a diferença. Sim "AMOR" no sentido de ter carinho, dedicação, e prazer em produzir algo que pode trazer muitas emoções para os que vão ter o privilégio de degustar e apreciar estas criações. 

O que muitos não sabem, é que mesmos para estes habilidosos profissionais nem tudo é uma mar de rosas. Digo isto, até por experiencia própria, ou como testemunha ocular de verdadeiros desastres na cozinha. Sim amigos, como já ouvi dizer :

" Gastronomia é uma Alquimia onde a arte de combinar ingredientes em fórmulas não garante resultados sempre iguais. "

Diante de desastres e acertos estes profissionais,  "artistas" por assim dizer, merecem todo nosso respeito e admiração, afinal ao se dedicarem a esta atividade, o fazem com muito carinho e dedicação.  A grande maioria de nós acaba esquecendo de um fator muito importante neste contexto, que é o de que todo profissional de Gastronomia exerce suas atividades enquanto outros estão de folga, ou seja enquanto ele esta elaborando suas produções, para que possamos apreciar, todas as outras pessoas estão em seu momento de lazer ou descanso. Assim sendo para atuar nesta área é preciso abrir mão de muita coisa, e ter em mente que esta é uma arte de servir ao próximo, portanto não existe lugar e hora definidos e exatos. O cliente quer sempre o melhor produto na hora que ele bem entender e estiver disposto a consumir.

Mais uma de minhas frases que ouvi em minhas experiencias pessoais, é :

" Ser um profissional da Gastronomia requer acima de tudo uma enorme virtude de desapego, foco e dedicação, afinal dependendo de onde ira atuar, você estará fora de sintonia de horários com as pessoas "normais"  e isto impõe ritmos, regras e padrões não comuns em toda a sua vida. "

Sendo assim, peço que todos reflitam e pensem antes de tecerem qualquer comentário sobre suas experiências gastronômicas. Por traz daquilo que estão consumindo existe um profissional, um ser humano que sofre e possui sentimentos como todos. E seu estado de espírito reflete diretamente naquilo que ele produz.

Imagem: Sérgio Marcellino
Gosto muito de apreciar produtos artesanais, e nem preciso dizer o que me motivou, acredito que esteja no sangue.

Amigos este tema de Bolos x Prazeres, apenas procurou instigar e levantar algumas questões neste vasto campo. 

Poderíamos tomar alguns cafés e o assunto não teria fim, mas o primordial e que chamo a atenção é que até mesmo as mais simples produções gastronômicas requerem um talento humano.


E é a este profissional que dedico minhas homenagens e admiração. Podem ter meu respeito quando realizam suas atividades com dedicação, afinco e profissionalismo, mesmo sob as mais diversas formas de dificuldades em seu dia a dia. Tentam se doar ao máximo para que tenhamos o prazer de desfrutar das maravilhas de suas criações.

Agora deixo a vocês as oportunidade de sentar-se a mesa, apreciarem uma boa criação e tirarem suas próprias conclusões.

Saúde e Até mais.

PS.: Críticas e sugestões serão sempre bem recebidas, sintam-se a vontade


4 comentários:

  1. Não sou muito da cozinha, pelo simples fato de estar todos os dias nela. Talvez se não fosse uma obrigação pra mim, gostasse mais. Mas enfim... Dou maior valor a qualquer pessoa que dispõe seu tempo pra fazer maravilhas na cozinha. E um bolo sempre é uma coisa que nos enche os olhos. Costumo dizer que primeiro como ele com os olhos, depois com a boca. Parabéns pra você e pra todos os profissionais da área por nós proporcionar essas belezas da cozinha. Mas o melhor está por vim, com essa matéria de encher os olhos... Vou lá na D. Hilda comer um pedaço de bolo de chocolate com café rss.. Curti a matéria.. Parabéns!! :)

    ResponderExcluir
  2. Muito Obrigado Vângela Queiroz

    Suas palavras são sempre um incentivo, assim como suas idéias foram muito bem recebidas.

    Obrigado.

    ResponderExcluir
  3. É realmente cozinhar é um ato de "AMOR", pode-se se ter os ingredientes mais simples do mundo e se fazer um grande prato ou não vai depender muito de quem esta por trás das panelas. E digo bolo realmente tem seus momentos de crueldade, as vezes o mais belo não é o mais gostoso e gosto muda de pessoa a pessoa.

    ResponderExcluir
  4. Verdade minha Irmã Gio Marcellino, seu comentário foi até bonzinho tratando como "crueldade" kkkkkk.

    Você bem sabe, os "acontecimentos" que já testemunhastes.

    Obrigado por prestigiar este artigo.

    Forte Beijo no seu coração.

    ResponderExcluir