300x250 AD TOP

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Encontrado em: , ,

Economia - Consumismo na páscoa?


NESTLÉ EXPLICA ALTO CUSTO DE OVOS DE PÁSCOA EM COMPARAÇÃO ÀS BARRAS NORMAIS

Imagem que circula nas redes sociais
A fabricante Nestlé concedeu uma entrevista para justificar o preço bem mais alto dos ovos de Páscoa em relação às barras de chocolate tradicionais. A explicação teria sido motivada por uma campanha que se espalhou no Facebook comparando um ovo de 500 gramas e uma barra de 170 gramas (na foto acima), causando a ira dos consumidores brasileiros. Até o momento da publicação desta notícia, a imagem havia sido compartilhada mais de 36 mil vezes.

Na entrevista, que foi concedida à revista Época Negócios, a Nestlé corrigiu as sugestões de preço divulgadas no Facebook (o ovo custaria R$ 46,19, enquanto a barra sairia por R$ 4,69) e explicou seus motivos para a diferença, os quais envolvem ampliação da equipe, embalagem feita manualmente e transporte diferenciado. Leia a nota da Nestlé na íntegra:

Os ovos de Páscoa são mais caros quando comparados a uma barra de chocolate da mesma gramatura porque sua composição de custo é diferenciada, já que são produtos concebidos não somente para o consumo tradicional, mas para presentear e encantar. Sua produção e distribuição envolve uma série de necessidades específicas, como a contratação de mão de obra temporária, desenvolvimento de embalagens especiais, processo manual de embalagem, armazenamento e transportes especiais, entre outros. De toda forma, as opções tradicionais de produtos continuam disponíveis como uma alternativa de menor preço, sem nenhum reajuste relacionado à época do ano.

Ovo de Páscoa polêmico


"Adesivos para sacanear seus amigos" Nerd, morto da fome e nervosinho são alguns deles.

Outra controvérsia sobre ovos de Páscoa envolveu o Bis +Xtra Chocolate, da Lacta. O produto está sendo retirado do mercado pelo Procon-RJ, por considerar que a embalagem seria um incentivo ao bullying.


0 comentários:

Postar um comentário